"Eu respirava naquelas salas, como um incenso, esse cheiro de velha biblioteca que vale todos os perfumes do mundo." Antoine de Saint-Exupéry

terça-feira, 4 de novembro de 2008

OS DIAS CLAROS

Freud afirma que as crianças criam mundos quando brincam. Fiz muito disso quando menino: fui soldado, motorista de ônibus, marinheiro, playboy no meu Puma de brinquedo, vaqueiro, índio e até bandido. Aquilo sim era felicidade, e sem danos. Ter crescido me fez descobrir que a idade adulta nem mesmo é exílio, como afirmam os poetas. É pior. É prisão. É inferno. Um quarto escuro onde todos cambaleiam, drogados, se abalroando. Um lugar onde ninguém se respeita e todos se ignoram em favor de seus traumas, seus complexos, suas vaidades, suas neuroses. Um lugar onde impera uma espécie de jogo cujo término é a infelicidade do outro.

Cartaz: O gigante de ferro, desenho animado de Brad Bird.

5 comentários:

Anônimo disse...

Contrariando Ana Maria Braga e cia global, a vida é uma merda. E temos dito. Aquele abraço. T

Personagem Principal disse...

Isso eu gostaria de ter escrito. Um abraço.

Sócrates Santana disse...

Inclui o Blog www.doispontospontocom.blogspot.com na lista de papéis avulsos.
Valeu. Acessem.

wilson gorj disse...

Maryant,

Parabéns por este novo espaço. A presença dos livros dá ao blog uma aura muito boa. Uma vontade de se demorar por aqui. De ler com calma. Daí a ironia do título: "Não leia". Ao qual se poderia acrescentar: "com pressa".


Abraços.

Anônimo disse...

Concordo! Lindo post!