"Eu respirava naquelas salas, como um incenso, esse cheiro de velha biblioteca que vale todos os perfumes do mundo." Antoine de Saint-Exupéry

domingo, 23 de agosto de 2009

FUGIR

Uma trama que é só um pretexto para uma aventura, e uma revelação. O mais recente romance do belga Jean-Pierre Toussaint elege a narrativa oriental como tom e faz da linguagem um meio para captar cores, formas, odores, sensações, espaços, épocas, objetos, atmosferas perdidas ou que vão se perder. Ao fim, descobrimos que tudo, da primeira à última palavra, do gesto mais brusco ao olhar mais sutil, forma uma aventura que vai obrigar o protagonista a tomar uma decisão, responder à pergunta: "Será que eu acabaria tudo com Marie?" Ora, ele já respondeu que sim, na segunda linha do romance: "No verão anterior à nossa 'separação', tinha passado algumas semanas em Xangai (...)". Só não sabemos como. O romance é este 'como', e passa por Xangai, Pequim e pela ilha de Elba, onde tudo se decide, em braçadas marinhas de desespero, pavor, amor e amizade. Um périplo no qual a história pouco importa. O fluxo da vida não permite organização com começo, meio e fim precisos. Apenas experiências, que ora faltam ora sobram, e com as quais, se a vida não é clara, benéfica, ao menos torna-se suportável.

5 comentários:

Lidi disse...

Costumo dizer que tenho uma certa queda pela "forma" na arte, mas quando digo "forma", quero, na verdade, dizer esse "como". Anotei a dica do romance de Toussaint. Um grande abraço.

Renata Belmonte disse...

Mayrant,
Seu blog é sempre uma grande aula. Aprendo muito aqui.
Ontem, fui ver o "À Deriva". É ótimo. Não deixe de conferir tb o "Stella". Ambos com propostas parecidas e muito boas.
Grande abraço,
Renata

Hitch disse...

Estou aí, meu amigo. Ora com faltas, ora com sobras. Aquele abraço.

Marcela Soares disse...

Concordo com Renata, grandes aulas...
Suas palavras nos incita a buscar novas leituras, Mayrant. Mais um livro para minha lista de leituras.

Georgio Rios disse...

A minha estante de leitura nasce em grande parte do que pesco aqui!!!!E as aulas são mais que grandes lições que coleciono.